Você conhece a brincadeira do Fusca Azul?

 em Pirenopolinidade

Atualizado em 16 de janeiro de 2021, às 22:59 , pelo editorial do site.

Você conhece a brincadeira do Fusca Azul?

Com certeza, você já deve ter ouvido falar da brincadeira do Fusca azul. E se ainda não conhece é muito simples entender. O primeiro amigo que avistar um fusca, ganha o direito de dar um tapa em quem estiver do lado.

Pode parecer meio boba, mas a brincadeira é super popular no Brasil e também em algumas outras partes do Mundo, como nos Estados Unidos e Canadá. Mas a pergunta que não quer calar é: onde ela surgiu? Quem foi a primeira pessoa a dar um soco no amigo por causa de um fusca azul? Continue lendo e descubra.

Quando surgiu a brincadeira?

Não se sabe a resposta exata para esta pergunta. Mas segundo algumas pesquisas ela começou nos Estados Unidos, na década de 60 – quando os fusquinhas ficaram bastantes populares por lá.

Nos EUA o fusca é chamado Beetle ou de bug que também significa inseto, fazendo a brincadeira ser conhecida como “Punch Buggy” ou “Slug Bug” (mate o inseto).  As regras são as mesmas, a única diferença é que todas as cores de fusquinhas são válidas.

“E por que aqui no Brasil só vale o Fusca azul?” Também não existe uma explicação exata para essa pergunta e sim uma história muito longa! Em 1914 a Ford determinou que todos os carros seriam pintados de preto. Segundo a lenda, um dia, o funcionário responsável por produzir a tinta usada nos carros errou na dosagem dos pigmentos e colocou ciano demais,  resultando em um lote de carros azul escuro, e não pretos.

Para Henry Ford (proprietário da fábrica) aquele foi um erro inadmissível e, além de não colocar os carros à venda, ele deu um tapa nas costas do funcionário (na frente de todos os colegas) como punição. Logo depois os carros azuis, então, passaram a fazer parte da frota interna da fábrica. Assim, quando um funcionário via um deles, logo imitava o patrão e dava um tapa nas costas do colega.

A brincadeira virou tradição e se espalhou por todo país, chegando ao Brasil nos anos 50. Porém, esta versão é uma lenda e não tem sua veracidade comprovada.

Há outra história de que o criador da brincadeira tenha sido um americano conhecido como Sluggy Patterson. Ele diz que, em 1960, estava viajando com um amigo, mas ele era muito irritante. O que fez Patterson não aguentar mais e lhe dar um belo soco na cara.

Para justificar a agressão ao amigo, ele inventou uma história, dizendo que era uma nova brincadeira na qual sempre que alguém avistasse um Fusca, podia dar um soco no rosto de quem estivesse ao lado. Com o tempo o soco passou a ser dado no braço, segundo Patterson, para ficar tornar as coisas “mais civilizadas”.

A marca de carros se intrigou com a história e resolveu realizar uma campanha com  Sluggy, em 2010, confira:

 

Agora que você já sabe tudo por trás da brincadeira, diz aí pra gente nos comentários o que achou da matéria e aproveite para conferir algumas notícias de Pirenópolis, clicando aqui.
Ah, e não esqueça de saber como anda a cidade acompanhando nossos stories.

Esse post foi útil para você?

Clique na estrela para votar!

Classificação média da publicação 5

Seja o primeiro a votar!

Já que gostou ...

Que tal nos seguir nas redes sociais também?

Qual sua opnião?

6 direitos que os hotéis e pousadas de Pirenópolis oferecem