Prefeitura de Pirenópolis é investigada por fraudes em licitações

 em Notícias de Pirenópolis
Leia em 2 minutos

Atualizado em 30 de setembro de 2021, às 18:16

 

Prefeitura de Pirenópolis é investigada por fraudes em licitações

Foto: Polícia Civil

A Prefeitura de Pirenópolis foi alvo de investigação da Polícia Civil na manhã desta quinta, 30. 

A Operação Réplica, deflagrada pela Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra a Administração Pública (DERCAP), visa investigar fraude envolvendo licitações públicas e contratos firmados pela Prefeitura Municipal de Pirenópolis.

A ação de hoje contou com 64 policiais e deu cumprimento a 21 mandados de busca e apreensão e a 3 afastamentos de função pública. Além de Pirenópolis, os mandados também incluíam as cidades de Goiânia, Cristalina, Formosa e Goianápolis, além do Distrito Federal. 

A operação teve apoio das delegacias regionais de Anápolis, Luziânia e Formosa.

Prefeitura de Pirenópolis é investigada por fraudes em licitações

Entenda porque a Prefeitura de Pirenópolis é investigada

A Prefeitura de Pirenópolis é investigada por fraudes em processos licitatórios para contratação de empresa responsável pelo inventário de diversas Secretarias Municipais.

Segundo a Polícia Civil, foi constatado que uma única licitante foi vencedora de todos os processos, visto que a documentação foi copiada e reproduzida nas licitações e seus respectivos contratos firmados entre a Administração pública e a empresa, cujo nome não foi divulgado.

O nome da Operação “Réplica” foi dado justamente por conta desse modus operandi de propostas, empresas participantes e documentação semelhante em diversos processos. 

Ainda de acordo com a PC, são investigados nesta operação 10 pessoas físicas, além de pessoas jurídicas de direito público e privado. Os investigados respondem, no inquérito policial, pelos delitos de fraudes em licitações e falsificação de documento público e particular.

Prefeitura deu nota de esclarecimento

Em resposta à Operação, a Prefeitura soltou uma nota de esclarecimento, informando que a investigação diz respeito à gestão anterior. Confira:

Em relação à Operação Réplica, deflagrada pela Polícia Civil de Goiás nesta quinta-feira (30), a Prefeitura de Pirenópolis esclarece que os crimes investigados dizem respeito à gestão 2017 a 2020. Logo, mais esclarecimentos devem ser obtidos junto ao delegado responsável pela operação

Continue acompanhando o caso através da nossa seção Notícias (clicando aqui), ou, siga nosso perfil no Instagram (@agitapirenopolis).

Participe do nosso grupo no WhatsApp (clicando aqui) e receba nossas matérias em primeira mão.

Esse post foi útil para você?

Clique na estrela para votar!

Classificação média da publicação 3

Seja o primeiro a votar!

Já que gostou ...

Que tal nos seguir nas redes sociais também?

Conta pra gente o que você achou sobre isto!

Ricardo de Pina ministra oficina de bateria para alunos de PirenópolisNeste final de semana em Pirenópolis: Festival Sexta Jovem