Netiqueta, a etiqueta da internet

 em Colunistas de Pirenópolis

baby_pc

Ainda não sabemos ao certo, quem teria inventado a palavra “Netiqueta“. No entanto é certo que o termo surgiu com o objetivo de estabelecer algumas regras de bons costumes para quem se comunica via Internet.

A palavra Netiqueta, tem origem inglesa e é uma espécie de gíria que faz a junção das palavras “network” e “etiquette”, onde o termo popular inglês net significa “rede” e dessa forma deixa claro em qual segmento normas de condutas sociais estão sendo aplicadas ao utilizar este conceito. Por meio da netiqueta, são estabelecidas recomendações para evitar mal-entendidos na comunicação via internet: e-mails, MSN, chat’s, salas de bate-papo, redes sociais como Facebook, etc.

Os primeiros usos da Netiqueta são anteriores ao aparecimento da World Wide Web (a internet que utilizamos). Já eram usados em métodos de mensagens tais como Telnet, Usenet e FTP de corpos educacionais e de pesquisa denominados Internet traffic. O termo “netiquette” (inglês) já é usado desde 1983.

[toggle title=”Dicas básicas para uma boa comunicação na internet.”]
  • Evitar enviar mensagens exclusivamente em maiúsculas (caixa alta).
  • Não usar recursos de formatação de texto, como cores, tamanho da fonte, tags especiais, etc, em excesso.
  • Lembrar-se de que dialogar com alguém através do computador não isenta das regras comuns da sociedade, por exemplo, o respeito ao próximo.
  • Apesar de compartilhar apenas virtualmente um ambiente, ninguém é obrigado a suportar ofensas e má-educação.
  • Evitar enviar mensagens curtas em várias linhas.
  • Ninguém é obrigado a usar a norma culta, mas é preciso usar um mínimo de pontuação. Ler um texto sem pontuação, principalmente quando é grande, gera desconforto, e, além disso, as chances dele ser mal interpretado são muitas.
  • Evitar escrever em outra língua quando não solicitado.
  • Evitar ao máximo usar emoticons de letras, palavras e coisas do gênero.
  • Em fóruns e listas de discussão, deixar o papel de moderador para o próprio moderador.
  • Em textos muito longos, deixar uma linha em branco em algumas partes do texto, paragrafando-o.
  • Dependendo do destinatário de seu texto, evitar o uso de acrônimos e do internetês.
  • Não copiar textos de sites ou qualquer outra fonte que possua conteúdo protegido por registro e que não permita cópias e sempre, mesmo com autorização de cópia, cite as fontes quando utilizá-las.  [/toggle]

Enfim, não há um padrão, tampouco lei ou regimento. Para a netiqueta prevalece o bom senso e principalmente os costumes. Cada um escreve o que quer e como quer, nem todo mundo tem bom senso – ou mesmo educação. Como no mundo real, no mundo virtual você também deverá decidir com quem trocará informações, ou seja, com quem se relacionará.

Esse post foi útil para você?

Clique na estrela para votar!

Classificação média da publicação 1

Seja o primeiro a votar!

Já que gostou ...

Que tal nos seguir nas redes sociais também?

Qual sua opnião?

canto_da_primavera