Conheça a história de Jarbas Jayme, primeiro genealogista de Goiás

 em Pirenopolinidade

Conheça a história de Jarbas Jayme, primeiro genealogista de Goiás

A genealogia é o estudo da origem de um indivíduo, da história das famílias. Jarbas Jayme, primeiro genealogista de Goiás, ficou reconhecido no país por investigar a história genealógica de famílias goianas.

Nascido em 1895, na fazenda Água Limpa em Meia-Ponte, atual Pirenópolis, Jarbas foi comerciante, historiador, linhagista, escritor, jornalista do jornal Matutina Meiapontense, professor, funcionário público e político.

Considerado o “homem que deu luz às famílias pirenopolinas”, escreveu em 1952 o livro Do Passado ao Presente: Ensaios Genealógicos. O livro explica as linhagens originais brasileiras das famílias Sá, Jaime, Sócrates, Cicero, Confúcio, Sêneca, Goulão e Corrêa, Curado, Campos, Fleury, Faro, Vergueiro, Gáudie Lei e outras.

Outra obra famosa do autor é o livro Famílias Pirenopolinas, publicado em cinco volumes após sua morte. Este conta a genealogia de 145 famílias que tiveram sua origem ou viveram em Pirenópolis na época. A obra é considerada a maior do assunto escrita em Goiás.

Membro do Instituto Genealógico Brasileiro e da América Latina, e patrono da cadeira nº 26 do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG), Jarbas é reconhecido como um dos maiores genealogistas do país.

Faleceu em 1968 em Anápolis por uma doença crônica. Todavia seu legado e importância para o conhecimento da história goiana não foi esquecido. Sua história está biografa no livro Família Jaime/Jayme: Genealogia e História (Kelps, 2016, 1.148 páginas).

 

Clique aqui, e conheça a história de Pompeu de Pina.
Ah, e não esqueça de saber como anda a cidade acompanhando nossos stories.

Esse post foi útil para você?

Clique na estrela para votar!

Classificação média da publicação 5

Seja o primeiro a votar!

Já que gostou ...

Que tal nos seguir nas redes sociais também?

Qual sua opnião?