Entenda como funciona o Bolsa família em Pirenópolis

 em Notícias de Pirenópolis
Leia em 2 minutos

Atualizado em 17 de fevereiro de 2020, às 15:35

Entenda como funciona o Bolsa família em Pirenópolis

O Bolsa família é um programa de transferência de renda do Governo Federal. Foi criado em outubro de 2003, desde então vem contribuindo para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e combate à fome, o benefício atende cerca de 13 milhões de famílias de todo Brasil. Essa ajuda de custo contribui bastante para famílias que não possuem um emprego, ou não conseguem sustentar os filhos com o salário que recebe.

Quais objetivos do Bolsa Família?

-Combater a fome e incentivar a segurança alimentar e nutricional;
-Promover o acesso das famílias carentes à rede de serviços públicos como educação e saúde;
-Apoiar o desenvolvimento de famílias pobres e em situação de extrema pobreza;
-Combate a pobreza e desigualdade;
-União dos diversos órgãos públicos para auxiliar famílias pobres a superarem essa condição.

Como se cadastrar em Pirenópolis?

Não existe um cadastro específico do Programa. Na realidade, quando a pessoa fala que fez o cadastro do Bolsa, ela se inscreveu no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, ou apenas Cadastro Único.

Em Pirenópolis o cadastramento é realizado no Centro de Referência da Assistência Social (Cras). Que fica na rua nova, número 22, centro. Horário de funcionamento das 07h ás 17h. Você também pode se informar ligando no telefone (62) 3331-3660.

Documentos obrigatórios

Para o Responsável pela Unidade Familiar (RF), é obrigatória a apresentação do CPF ou do Título de Eleitor.

Para as outras pessoas da família, é obrigatória a apresentação de qualquer um destes documentos de identificação: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG), carteira de trabalho ou Título de Eleitor.

Documentos que não são obrigatórios, mas facilitam o cadastramento

-Comprovante de endereço, de preferência a conta de luz;
-Comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos. Se não tiver o comprovante, o RF deve informar o nome da escola de cada criança ou jovem;
-Carteira de trabalho

As pessoas podem denunciar caso o setor do Cadastro Único não queira fazer o cadastramento, entrando em contato com a Ouvidoria do Ministério do Desenvolvimento Social. O telefone é 0800 707 2003.

Confira mais informações de Pirenópolis em nossa pagina de Noticias.
Ah, e não esqueça de saber como anda a cidade acompanhando nossos stories.

Esse post foi útil para você?

Clique na estrela para votar!

Classificação média da publicação 1

Seja o primeiro a votar!

Já que gostou ...

Que tal nos seguir nas redes sociais também?

Pirenópolis bem representada no campeonato Sulamericano de Atletismo Master 2017Recadastramento biométrico: o que acontece com quem perdeu o prazo?