Atrativos Naturais de Pirenópolis

HomeAtrativos Naturais de Pirenópolis
Cachoeiras
[one_half last="no"]

Cachoeira do Abade

Localizada a 12 km da cidade histórica, a Cachoeira do Abade fica dentro da Fazenda Cabaçais próxima as Minas do Abade. Possui queda livre de 21m, largo poço para nadar, e uma linda praia.

É uma das mais belas cachoeiras de Pirenópolis, ideal para a prática de rapel sendo bastante visitada para tais fins. O acesso é seguindo pela Estrada dos Pireneus, contendo placas indicativas pelo caminho.

Cachoeira Araras

Situada a 18 km do Centro de Pirenópolis, está localizada no Rio Dois Irmãos. Possui um poço com 90 metros quadrados, e queda de 7 metros de altura. O local conta com ótima infraestrutura possui lago de pesca, acampamento, alojamentos, ranchos e restaurante. Na parte superior da cachoeira das araras encontra-se uma bela piscina natural.

O acesso é feito pela GO 338, saída para Goianésia com 15 km de asfalto, em seguida entrar a direita e seguir mais 3 km de estrada de terra. A trilha é de fácil acesso.[/information]

Cachoeira dos Dragões

Localizada na região da Várzea do Lobo, fica a 40 km do Centro de Pirenópolis, o belo refúgio abriga 8 cachoeiras no percurso de 4,5 km de trilhas. Um lugar de extrema beleza e imensidão com formações de piscinas naturais.

A água é potável e cristalina, as trilhas possuem campos úmidos, veredas, cerrados e campos rupestres, uma mistura de mata ciliar e cerrado. Existe ainda um Mosteiro Budista no local.

O trajeto leva em média 4 horas de caminhada, aconselha-se o acompanhamento de um guia turístico, pois há o risco de se perder. Também é necessário levar alimentos, pois não há venda no local.

Cachoeiras Fazenda Bonsucesso

Localizada a 5 km do Centro de Pirenópolis, a fazenda abriga um complexo de seis cachoeiras, e piscinas naturais.

A primeira é a Cachoeira do Açude ideal para crianças. Entre as seis as mais visitadas são Landi, Bonsucesso, Lagoa Azul sendo necessário para se chegar a Lagoa Azul subir 1.500 metros pelas trilhas. A Cachoeira Bonsucesso é indicada para prática de rapel, pois tem 25m de queda e 7m de profundidade. Completando esse complexo segue a Cachoeira Palmito e Cachoeira Pedreiras.

No caminho se passa por trilhas centenárias, remanescentes da época do ciclo do ouro.

Cachoeiras da Fazenda Meia Lua

Situada a 5 km do Centro de Pirenópolis, a Fazenda Meia Lua está localizada aos pés da Serra dos Pireneus. A fazenda abriga duas belas cachoeiras a Cachoeira Meia Lua e a Cachoeira Fumaça.

São mais de 200 metros de corredeiras, diversas trilhas recentemente calçadas, proporcionando conforto e comodidade. O local possui boa infraestrutura com vestuários, banheiro, e lanchonete.

Para visitação é necessário procurar o Camping Sombra da Mata, localizado nas pedreiras, o acesso é seguindo pela Estrada dos Pireneus.

[/one_half][one_half last="yes"]

Cachoeira Garganta do Inferno

Situada a 17 km do Centro de Pirenópolis, sendo 2 km de asfalto e mais 15 km de estrada de terra. A Cachoeira Garganta do Inferno é localizada no Ribeirão Santa Maria possui queda de 10 metros de altura.

O acesso é fácil e a trilha é de apenas 300 metros, o local não possui infraestrutura, porém apresenta variada biodiversidade. Para conhecer, basta seguir pela Estrada dos Pireneus.

Cachoeira de São Lázaro

É uma das mais famosas cachoeiras da cidade de Pirenópolis, localizada a 11 km da cidade desses, 7 são de terra. Fica dentro da Reserva Ecológica Vargem Grande, na Fazenda do Lázaro na região da Serra dos Pireneus.

A caminha até a cachoeira leva em média 30 minutos. A área é muito rica em cerrado nativo, veredas, matas ciliares, vegetação rupestre e campos.

No local encontra-se lanchonete, banheiros, estacionamento, salva vidas nos finais de semana e feriados. O acesso é seguindo a Estrada dos Pireneus, na estrada não é possível o acesso aos ônibus de turismos, apenas carros, vans e microônibus.

Cachoeira Santa Maria

É a cachoeira mais indicada para pessoas com limitações ao caminhar, ou idosos, pois, seu acesso é de baixa dificuldade. Localizada a 11 km da cidade desses, 7 são de terra. Fica dentro da Reserva Ecológica Vargem Grande, na Fazenda do Lázaro na região da Serra dos Pireneus.

São 500 metros de caminhada, até a cachoeira em trilha plana e calçada. A área é muito rica em cerrado nativo, veredas, matas ciliares, vegetação rupestre, campos e trilhas.
No local encontra-se lanchonete, banheiros, estacionamento, salva vidas nos finais de semana e feriados. O acesso é seguindo a Estrada dos Pireneus, na estrada não é possível o acesso aos ônibus de turismos, apenas carros, vans e microônibus.

Cachoeira Sonrisal

Situada a 18 km do Centro de Pirenópolis, A Cachoeira Sonrisal está localizada no Córrego Capitão do Mato. É uma sequência de quedas d’água, somando-as são seis cachoeiras. A maior possui queda de 10 metros de altura e ao redor um belo visual.

Aconselha-se o acompanhamento de um guia turístico, a trilha de 2 km é realizada com facilidade. O acesso basta seguir pela Estrada das Pedreiras sendo 15 km de estrada de terra, no Parque dos Pireneus.

Cachoeira Usina Velha

Situada a 3 km do Centro Histórico de Pirenópolis, a Cachoeira Usina velha na realidade é uma sequência de quedas d’água que formam piscinas naturais. Localizada no Ribeirão do Inferno, um dos afluentes do Rio das Almas.

Seu nome é porque no local, funcionava uma usina de produção de energia elétrica. Possui fácil acesso, mas deve-se tomar cuidado para não se perder, pois as placas são confusas e pequenas.

O acesso é seguindo pelo Alto do Bonfim até a estrada que leva ao Parque dos Pireneus. Do estacionamento até as quedas d’água é uma média de 500m.

[/one_half]
Santuários e Parques

[one_half last="no"]

Parque Estadual da Serra dos Pireneus

O parque foi criado em 1987, com o objetivo de preservar a fauna, a flora e as varias mananciais existentes na região. Localizado a 18 km da cidade de Pirenópolis e a 1.385 metros de altitude é uma unidade de conservação com mais de três mil hectares.

A região é coberta de vegetação de cerrado, sendo a maioria o cerrado rupestre. São nascentes, mirantes, cachoeiras, formações geológicas, veredas, trilhas e campos de altitude. Pode-se notar variados tipos de vegetação como buritizais, matas ciliares e florestas de galerias.

Não é cobrada taxa para visitação, o Parque Estadual Serra dos Pireneus é um local ideal para praticar esportes em meio à natureza.

Para chegar, deverá seguir pela Estrada dos Pireneus saída leste, contendo trecho de 17 km de estrada de terra. Aconselha-se que os visitantes estejam acompanhados de um guia turístico.

Santuário das Araras – Cachoeira do Rosário

Situada a 34 km do Centro de Pirenópolis, com seus aproximados 42 metros de altura a Cachoeira do Rosário, é bastante procurada por praticantes de rapel devido á inclinação e a altura do lugar o rapel é negativo, ou seja, a descida é sem apoiar os pés.

Sua trilha é acessível, e leva em média 1 hora de caminhada. É conhecida como o melhor lugar de Pirenópolis para a prática de cachoeirismo, principal atrativo do Santuário das Araras.

O espaço possui mirante, gruta, estacionamento, camping, piscina de pedras, banheiro, centro de visitantes, redários com bela vista e almoço caipira feito no fogão a lenha. O acesso é pela GO 338 saída para Goianésia, são 25 km de asfalto seguindo as placas indicativas, segue mais 9 km de estrada de terra.

[/one_half][one_half last="yes"]

Santuário de Vida Silvestre Vaga Fogo

Situado a 5 km do Centro de Pirenópolis, A fazenda Vaga Fogo é a primeira Reserva Particular do Patrimônio Natural, do Estado de Goiás estando entre as seis primeiras no país. Possui boa infraestrutura com biblioteca e Centro de Visitantes onde é servido o “Brunch” (café colonial).

A fazenda abriga bastante biodiversidade, é mantida uma área intacta de mata ciliar primária, localizada aos pés do Morro do Frota, é um santuário rico em cerrado, fauna e flora.

O local é ideal para a prática de turismo aventura, oferecendo atividades como banhos de rio e caminhadas, rapel, pêndulo, arvorismo e salto do primata. Gastronomia, educação ambiental, lazer, esporte de aventura e muita natureza.

[/one_half]
Morros e Serras
[one_half last="no"]

Morro do Frota

Localizado a 6 km de Pirenópolis, está a 1.033 metros de altitude, possui uma das vistas mais privilegiadas da cidade com um belo panorâmico do pôr-do- sol.  Seu nome é originário do século XVIII, uma influencia direta de um grande proprietário de terras e garimpos, Antônio Rodrigues Frota.

A região encanta seus visitantes pela imensidão de beleza natural, e pela história dessas terras. Que serviram de cenário para um dos maiores garimpos de ouro do século XVIII, conta a história que foi extraido uma enorme quantidade de ouro do morro.

Atualmente, a área possui trilhas ideais para esportes radicais, como Mountain Bike e MotoCross. Além da maravilhosa variedade de cerrado, o morro possui cachoeiras, montanhas e trilhas para caminhadas.

Não é cobrada taxa para visitação, para conhecer o Morro do Frota, deve-se seguir pela Estrada do Frota.

 [/one_half][one_half last="yes"]

Morro dos Pireneus

É o pico mais alto dos três picos existentes na serra dos Pireneus, localizado á 18 km da Cidade de Pirenópolis e a 1.385 metros de altitude. E um local bastante famoso e visitado.

Abriga vários mirantes, e no pico de um deles, encontra-se uma capelinha construída em 1932. A região é de extrema beleza natural, é comum os visitantes pernoitar acampados no Mirante do Pico da Capelinha.

Na lua cheia do mês de julho, acontece uma festa muito famosa Festa do Morro, que cultua e louva a Santíssima Trindade. A movimentação é grande e acontecem missas, acampamentos e romarias.

O Morro é banhado por diversas cachoeiras, e rodeado de vegetação do cerrado, possui relevo montanhoso. Suas trilhas são de fácil acesso, para conhecer o local basta seguir pela Estrada das Pedreiras, não é cobrado taxa.[/one_half]